Planejamento jurídico?

É só chegar o início de um novo ano que o assunto mais comentado nas empresas é o famoso planejamento estratégico. Algumas empresas começam a traçar esse planejamento ainda antes do término do ano anterior, para que tudo já comece com as novas estratégias engatilhadas.

Definir as ações de planejamento empresarial é importante para que todos tenham em mente qual é o objetivo (não apenas financeiro) da empresa ao fim do ano. Ações comerciais, operacionais e financeiras, com objetivo de crescimento, expansão, reorganização, entre outras, são avaliadas para compor as medidas de estratégia que a empresa espera adotar para alcançar suas metas.

Ainda assim, no entanto, muitas vezes estas ações de atingimento de metas não tem a finalidade de evitar prejuízos futuros, ou seja, sai ano e entra ano, alguns passivos continuam sem tratamento, fazendo com o que, a longo prazo, venham a influenciar nos resultados da empresa. É neste ponto que um diagnóstico com foco jurídico tem sua aplicação.

O passivo oculto

Os passivos acontecem, por exemplo, com questões envolvendo colaboradores, fornecedores, consumidores/clientes, controles ambientais (quando aplicáveis), fiscais, etc. Algumas vezes os problemas que possam vir a impactar o negócio são conhecidos do gestor. Mas em muitas ocasiões estas questões estão ocultas na operação da empresa e, quando descobertas, causam um grande impacto nos resultados do negócio.

Ao deixar de realizar uma verificação jurídica de seu negócio, ou ainda, ignorar questões problemáticas, para focar em alcançar as métricas do planejamento empresarial daquele ano, o gestor põe em risco a operação futura da empresa, fazendo com que seu passivo (oculto ou não) venha a crescer (as vezes de forma lenta, mas certeira), até o ponto em que a empresa encontra-se totalmente exposta.

Por isso é importante que, ao falar de planejamento, estas ações estratégicas também se estendam para identificar os passivos que possam existir em sua empresa, de modo que as providências necessárias sejam planejadas e implementadas, permitindo uma melhor e segura gestão do seu negócio.

Por Julia Turrek de Santan